Em sua 7º edição, o Connected Smart Cities & Mobility discutiu projetos, cases e ações de cidades inteligentes e lançou o seu ranking anual, em evento semipresencial em São Paulo, de 1º a 3 de setembro. Neste ano, a organização contou com mais de 300 palestrantes e, aproximadamente, 600 pessoas no Centro de Convenções Frei Caneca, além de mais de 2.200 acessos na plataforma de transmissão virtual. Secretários e secretárias do Fórum estiveram presentes como convidados da cerimônia de anúncio do ranking e, também, como palestrantes de diversos painéis. E o evento proporcionou a oportunidade para a realização da primeira reunião presencial dos novos membros do Fórum Inova Cidades 2021.

No primeiro dia da programação, o ponto alto, logo depois da Cerimônia de Abertura, foi a apresentação do Ranking Connected Smart Cities 2021. Foram reveladas as 15 cidades que melhor se posicionaram no ranking, avaliadas nos eixos de mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia. Das 10 primeiras colocadas, 6 fizeram ou fazem parte do Fórum Inova Cidades.

No segundo dia, continuaram as mesas redondas e foram revelados os vencedores do Prêmio Connected Smart Cities 2021. Neste ano, o Prêmio foi dividido entre as categorias Negócios em Operação (com produtos ou serviços disponíveis no mercado), e Negócios Pré-Operacionais (que ainda estão em fase de desenvolvimento). De cada categoria, foram escolhidos cinco finalistas. Entre eles, houve três primeiros colocados.

Ao longo dos dois dias, no formato presencial, e também digital, o Connected Smart Cities & Mobility, somado ao AirConnected, contou com 56 empresas participando das Rodadas de Conexões e Negócios. Foram 82 reuniões que movimentaram o mercado de soluções para problemas como mobilidade urbana, sustentabilidade e infraestrutura, tanto no contexto das cidades inteligentes, como no setor aeroespacial.

No terceiro e último dia, a programação foi 100% online e teve agendas importantes de parceiros do evento, entre eles o BrazilLAB/Fórum Inova Cidades, que realizaram o painel “Como tornar as Cidades Inteligentes mais sustentáveis, ampliando o uso de fontes de energia renovável?”. Além da Presidente do Fórum, Cris Alessi, e do CEO e Co-Fundador do BrazilLAB, Guilherme Dominguez, o debate teve a participação da CEO da Bright Cities, Raquel Cardamone, e do Diretor-Presidente da 2W Energia, Cláudio Ribeiro.

Recommended Posts