Fórum se apresenta no maior evento de smart cities do mundo e conhece outras iniciativas de inovação urbana

apresentação do fórum inova cidades no smart cities expo

De 19 a 21 de novembro, o Fórum Inova Cidades esteve em Barcelona (Espanha) para participar do Smart City Expo World Congress, maior evento de cidades inteligentes do mundo.

Em uma palestra junto a outras iniciativas de advocacy e diálogo entre municípios, a coordenadora do Fórum pelo Instituto Arapyaú, Tayara Calina, apresentou a iniciativa para líderes do mundo inteiro. Ela falou no evento dos desafios de inovar na gestão municipal no Brasil e expôs as ações implementadas pelo Inova Cidades desde sua criação em fevereiro deste ano, como as reuniões de abertura com governo federal para a articulação de ações na escala local.

Tayara apresenta Fórum Inova Cidades no Smart City Expo
Tayara Calina em sua palestra sobre o Fórum no Smart City Expo World Congress

Durante o evento, Cris Alessi, presidente do Fórum Inova Cidades e da Agência Curitiba de Desenvolvimento, moderou um debate em parceria com a Mastercard. A proposta foi discutir com dirigentes de cidades brasileiras presentes no Smart City Expo sobre os desafios e dificuldades de inovar, e como o mercado brasileiro tem se organizado em comparação a outros lugares do mundo. “Falamos também de como é importante a gestão pública e o setor privado conversarem para buscar soluções em conjunto”, afirma Cris. A presidente do Fórum ainda apresentou na ocasião a pesquisa Desafios da Inovação na Gestão Municipal, feita pelo Instituto Arapyaú.

Missão técnica conhece a inovação pública de Barcelona

Como parte da programação do evento, a equipe do Fórum também acompanhou a missão técnica da FNP – Frente Nacional de Prefeitos – em visitas pela região para conhecer iniciativas inovadoras de Barcelona. 

Um dos exemplos é o uso do urbanismo tático: são pinturas, sinalizações, mobiliários urbanos e de árvores para ampliar a apropriação dos espaços públicos pela população. São intervenções urbanas de baixo custo que tornam a cidade mais amigável para as pessoas e tem como objetivo chamar atenção do cidadão para as melhorias possíveis. Se a cidade aprova a intervenção, a prefeitura investe na implantação permanente das melhorias.

Exemplo de urbanismo tático em Barcelona: aumento da apropriação dos espaços públicos

O projeto de Barcelona é no médio prazo: embora as intervenções construídas nos espaços públicos aumentem os custos de manutenção para a prefeitura no curto prazo, em 5 anos a cidade prevê que a cada 1 euro investido na requalificação de uma rua, 5 euros retornarão com investimento privado, que ocupará e se beneficiará da infraestrutura – e a cidade se torna mais agradável para as pessoas e para o comércio local.

O grupo também visitou o 22@, um dos distritos mais novos de Barcelona, construído em uma antiga região industrial degradada. Hoje, recuperada, abriga serviços e empresas de inovação como universidade, organizações de mídia, entretenimento e incubadoras públicas. O bairro é completo em infraestrutura inovadora, sendo um piloto bem sucedido de como a tecnologia pode melhorar a cidade: há coleta de lixo por sucção a vácuo, pontos de recarga de carro elétrico gratuitos, antenas 5G etc.

Ponto de coleta de lixo, com sucção a vácuo em sistema subterrâneo
Ponto de recarga de carros elétricos da prefeitura de Barcelona

A prefeitura da capital catalã aborda o desenvolvimento da cidade como uma estratégia integrada ao meio ambiente e desenvolvimento sustentável. Assim possui um departamento de ecologia, que fica responsável pelo urbanismo, mobilidade e meio ambiente. A cidade parte do conceito de oferecer ao cidadão o que ele precisa em até 10 minutos a pé.

Com investimento crescente em modalidades como bicicleta e transporte público, Barcelona tem uma meta ambiciosa de eliminar o uso de veículos privados em 10 anos, investindo em áreas para pedestres, transporte públicos e modalidades de transporte de baixo impacto ambiental. Como parte desse processo, os espaços para carros estão sendo destinados às pessoas e à natureza. 

Missão técnica da FNP que conheceu as iniciativas de inovação da prefeitura da capital catalã

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.